" /> Audiências da LOA 2014 chegam ao fim e orçamento deve ser votada no dia 20 | Câmara CG Notícias

Audiências da LOA 2014 chegam ao fim e orçamento deve ser votada no dia 20

Marinaldo vereadorEncerrada as audiências públicas referentes a Lei Orçamentária para o ano de 2014, em Campina Grande, o presidente da Comissão de Finanças, vereador Marinaldo Cardoso adiantou que a votação da LOA 2014 está marcada para o próximo dia 20, podendo ser adiada para depois do Natal, em virtude das emendas a serem apresentadas e votadas pelos vereadores, uma média de 100. O prazo para a entrega dessas emendas se encerra no próximo dia 17, até as 17h.

Marinaldo afirmou que em virtude do grande número de emendas que deverão ser apresentadas, a votação pode ser adiada para depois do período de Natal, dias 27 ou 28, em sessão extraordinária. “As emendas deverão ser entregues até o dia 17 e, em seguida analisaremos as que estão compatíveis e daremos pareceres favoráveis ou não. Caso não dê tempo de analisarmos todas para a votação no próximo dia 20, convocaremos sessão extraordinária, logo após o Natal para que a LOA 2014 possa ser votada”, pontuou.

O presidente da Comissão de Finanças, Marinaldo Cardoso avaliou as audiência públicas como positiva e parabenizou a participação da sociedade civil, dos representantes do Orçamento Participativo, dos Sindicatos, dos Clubes de Mães, dos presidentes de Sab´s e, também da participação dos vereadores que oscilou entre oito e nove durante todas as audiências. “A participação de todos foi extremamente positiva e os vereadores agora terão até o próximo dia 17 para se debruçarem sobre as peças orçamentárias e apresentarem suas emendas”, frisou.

Marinaldo acrescentou ainda que muitas das emendas são advindas das próprias demandas apresentadas pela comunidade. “A participação da sociedade é importante, porque podemos nos basear para apresentar nossas emendas nas respectivas demandas trazidas por eles até nós, principalmente no que se refere a mobilidade urbana. O governo federal, através do Ministério das Cidades pretende investir nessa questão, mas as cidades que não tiverem seus projetos de mobilidade perderão esses investimentos”, finalizou.

Shortlink:

Leave a Response

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*